sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Curiosidades - Banheiro na China

Dizem que o papel higiênico é mais uma das muitas invenções atribuídas aos chineses. Só que ele costuma ser um item escasso nos banheiros públicos daqui. O melhor é sempre ter na bolsa lenço de papel, para usar em caso de emergência. Além da falta de papel, o estrangeiro precisa ir ao banheiro preparado com o que pode encontrar pela frente. Vou explicar: os chineses não costumam usar vaso sanitário, como nós ocidentais. Eles fazem suas necessidades num buraco. Nos banheiros públicos “mais moderninhos”, existe uma peça de louça fixa no chão, onde eles costumam apoiar os pés para se abaixar. Quando falo abaixar, quero dizer quase colar o bumbum no buraco. Quer entender melhor? Dê uma olhadinha na seqüência de fotos abaixo:

O vaso sanitário chinês.

Esse é o típico vaso encontrado em lojas e restaurantes. Em banheiros públicos pode ser apenas um buraco ou vala no chão. Esse banheiro da foto, dentro do McDonald’s, tem portas separando um vaso do outro. Em alguns locais não existem portas, ou seja, você vê a sua vizinha “passando um fax”. Ainda bem que não encontrei nenhum desses pela frente. Espero não passar por uma situação dessas. Mas se a situação apertar vai ficar difícil escolher.
Muitas lojas e shoppings, sabendo dos costumes dos estrangeiros, possuem as duas opções de vaso sanitário. Sorte a nossa. A criançada já pergunta: “é vaso ou buraco?”
O chato desses banheiros é o cheiro. Horrível! Uma experiência desagradável porque, quase sempre, é preciso prender a respiração enquanto se está lá dentro.

A posição ocidental.
Nós estrangeiros descobrimos o nosso jeito de usar o vaso sanitário chinês. Ficamos agachados, mas não nos abaixamos tanto.
A posição chinesa.

Já os chineses quase “entram” no buraco. Já abri, sem querer, a porta de um desses banheiros e lá estava a chinesa, de cócoras, quase encostando o bumbum no chão. 
É admirável a flexibilidade dos chineses. Ficar agachado é um costume comum deles. Perto da Cidade Proibida cliquei um homem e uma mulher abaixadinhos, naquela posição de quem está fazendo alguma coisa no chão. Mas, não, eles só estavam descansando. Se eu ficar assim por um minuto, quando levantar – se conseguir – vou sair com uma tremenda dor “nas cadeiras”.
Chineses descansando.
Algumas observações: apesar de ser uma coisa estranha para nós, se pensarmos bem, em lugares públicos é até mais higiênico usar esse tipo de vaso chinês. Não corremos o risco de encostar na peça e pegar alguma doença; não precisa ficar limpando o assento ou forrar; não há o risco de pegar um assento todo respingado de xixi da pessoa que usou o vaso antes de você. Viu? Até que não é tão ruim!
Só que como esses banheiros normalmente não são muito limpinhos, igual os banheiros públicos do Brasil, é aconselhável não ficar olhando muito pra baixo. Mas é preciso ter certeza de estar com os pés bem apoiados de ambos os lados e ter um bom equilíbrio. Nem pense em tropeçar! Você pode acabar enfiando o pé no buraco. Aí vai entrar pelo cano, ou, pra ser mais exata, enfiar o pé na #&*%@!!!!
Já usei um vaso desses e foi tranqüilo. O problema foi fazer o pipi rapidinho, ou teria que soltar a respiração e sentir aquele agradável cheirinho. Ah, até hoje não sei onde fica a descarga. Deve ser acionada com o pé. Vou procurar da próxima vez.
As casas dos hutongs, antigas construções em ruas bem estreitas, espalhadas pelas cidades chinesas – parecem uma vila – geralmente não possuem banheiro privativo. As pessoas dividem um banheiro público. Por isso ter banheiro dentro de casa, antigamente, era motivo de orgulho para os chineses. Ainda bem que as coisas mudaram e continuam mudando muito por aqui.
Agradecimentos especiais:
As fotos do banheiro não teriam sido possíveis sem as amigas Cristiane e Juliana, que ajudaram na produção. Gigi e Fernanda também colaboraram com o Blog, tirando as fotos do vaso sanitário chinês. Isso é que é trabalho em equipe!!


4 comentários:

  1. Imagina eu aí de vestido longo? Ui, esquece!!! Estou adorando o blog. Bjs no coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O equilíbrio teria que ser maior ainda!! Bjs.

      Excluir
  2. O problema é se a pessoa estiver com uma "caganeira" daquelas de chapiscar a sola da butina.

    ResponderExcluir
  3. E o papel joga no vaso ou no cesto de lixo? cheguei aqui e não sei!!'

    ResponderExcluir