domingo, 29 de abril de 2012

Zoo de Beijing


Conheci o zoológico de Beijing e fiquei um pouco decepcionada. O lugar é enorme, limpo por onde as pessoas andam, mas os bichos parecem largados nas jaulas ou nos espaços a céu aberto, reservados a eles. Mato grande, nenhum sinal de água para os animais. Os pobres dos elefantes estavam dentro de um cubículo! Do lado de fora, onde deveria haver uma vala com água, tudo seco!

Fomos pela manhã e os bichos pareciam dopados. Leões, tigres, elefantes, jacarés, cangurus, zebras, girafas... tudo muito quietinho. Nem os macacos faziam tantas “macaquices” assim. Será fome? Fiquei impressionada com a falta de preparo do zoo. Em uma das jaulas, não lembro de que bicho, a comida estava num pote improvisado numa garrafa plástica de água!

Os aquários não devem ser limpos há anos. Os vidros estão imundos, assim como a água, que estava turva.

O local estava lotado, mas os chineses não parecem se importar com esse “abandono” dos animais. Já fui a outros zoológicos e os bichos, principalmente os mais ferozes, estavam sempre ativos.

E o Panda Gigante? Decepção maior ainda. Primeiro que é pequeno e, segundo, todos eles estavam de preguiça, não é possível. Deitados, largados no chão. E sujos. A barriga do bicho toda amarelada. Estão precisando de um bom banho com shampoo.

O único animal que estava com a corda toda era a tartaruga. Devagarzinho ela vai chegando lá e a que vimos estava toda serelepe. É só ver a foto aqui embaixo. A danada estava... estava... a foto diz tudo. Ficamos rindo e, nessa hora, não é preciso falar a mesma língua. Os chineses que estavam perto da gente entenderam porque estávamos achando graça!

Tartaruguinhas sapecas!

Esses dois hipopótamos trocaram um beijinho. O amor estava no ar!


Na porta do Zoo.


Panda sujo e preguiçoso.


Esse aqui até que deu uma "colher de chá" pra fotógrafa!


Êita soninho...


Olha como esse está encardido.


O de cima só queria se coçar. Vai ver é piolho!


Só conseguimos chegar perto desses aqui.


Detalhe do "recipiente" que é usado para colocar o alimento de alguns animais.


Os bichos estavam numa tranquilidade só.


Até o Rei da Floresta não queria saber de agitação.


Esses dois são mal educados: estavam de costas para o público.


O tigre de begala estava só na sombra, porque a água fresca esqueceram de deixar pra ele.


Nem os cangurus pulavam.


O pobre do elefante estava num cubículo, sem água.



Olha o jeitão dos rinocerontes...

... era hora de descanso.

Até a águia estava quietinha.


O antílope europeu chegou perto pra pegar comida.


É proibido alimentar os animais, mas as pessoas não respeitam.


O avestruz e as zebras estavam mais serelepes por causa da comida.


Gigi, como sempre, adorou a girafa.


É o animal preferido dela.


Esse chimpanzé, velhinho, me lembrou o já falecido macaco Tião, do Zoo do Rio.


Os crocodilos também queriam descanso.


Escultura enorme de uma leoa. Muito legal.

Sunny, Gigi e Gao fazendo pose. Nossas professoras de chinês sempre presentes.


Esse menininho quis tirar foto da gente. Detalhe: a máquina dele estava de cabeça para baixo.


O menino de verde chegou perto da gente falando um monte de coisa: não entendi nada. Fiz o gesto de tirar foto e ele sorriu. Pronto: acertei!


O pólen das flores cobrindo os lagos. Parece até neve!















2 comentários:

  1. Tb achei o zoo muito largado. No inverno estava da mesma forma... Tadinho dos bichinhos!!!!

    ResponderExcluir
  2. Eles estão molengas porque certamente estão com fome!! Qualquer dia vão comer o povão!!!! Segura a bicharada!!

    ResponderExcluir